Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Cruzeiro vence o nervosismo e o Cerro Porteño no Paraguai

Publicado

Foto/Imagem:


Depois de iniciar a partida muito nervoso e render pouco no primeiro tempo, o Cruzeiro superou a pressão de mais de 25 mil torcedores, venceu o Cerro Porteño, por 2 a 0, nesta quarta-feira, em Assunção, e avançou às quartas de final da Copa Libertadores. Com um jogador a menos, depois da expulsão de Bruno Rodrigo, o time mineiro marcou com Dedé, que fez de cabeça aos 35min, e já nos acréscimos Dagoberto selou a vitória celeste.

Depois de tropeçar no jogo ida, ao empatar por 1 a 1 no Mineirão, o Cruzeiro conseguiu a classificação na raça atuando fora de casa e ganha força para a sequência da Libertadores. O time mineiro foi mal no primeiro tempo, mas equilibrou a partida na etapa final e, mesmo com dez jogadores, aproveitou uma jogada aérea para vencer com gol de Dedé, que não vinha bem na partida e se redimiu ao marcar o gol da vitória celeste. Quando o jogo chegava ao final, o atacante Dagoberto decretou a classificação celeste, quando os paraguaios também estavam com um jogador a menos, com a expulsão de Corujo.

Visivelmente nervoso, o Cruzeiro não conseguiu apresentar o futebol que a torcida acostumou a ver e foi pressionado pelo Cerro na maior parte do primeiro tempo. Mais presente ao ataque, o time paraguaio teve duas chances claras para abrir o placar.

O primeiro susto sofrido pelo Cruzeiro ocorreu aos 8min de jogo. Angel Romero deu um drible desconcertante em Dedé na ponta esquerda e cruzou para a área. Corujo recebeu livre e chutou forte para a defesa de Fábio, que evitou o gol dos paraguaios.

O segundo ocorreu aos 17min. Depois de uma bola cruzada na para a área, Angel Romero ficou livre para finalizar e acertou o travessão do goleiro Fábio, que nada pôde fazer. A pressão paraguaia aumentou o nervosismo do time mineiro.

Com apenas 21 minutos de bola rolando, a dupla de zaga celeste, Bruno Rodrigo e Dedé, já havia recebido o cartão amarelo, o que aumentou a preocupação dos mineiros. Somente depois dos 30 minutos, o Cruzeiro conseguiu entrar no jogo e passou a atacar o time da casa.

A equipe mineira chegou com perigo aos 33min. Everton Ribeiro arriscou de fora da área, mas finalizou para fora, à direita do gol. O Cruzeiro manteve a reação e foi mais presente ao ataque nos minutos finais do primeiro tempo, embora não tenha dado tanto trabalho ao goleiro Fernandez.

O Cruzeiro voltou melhor no segundo tempo e deixou a partida equilibrada. O Cerro levou perigo aos 9min, depois de Daniel Güiza chutar forte de fora da área e Fábio segurar firme. O time mineiro respondeu e quase marcou aos 12min, quando Júlio Baptista finalizou dentro da área e Fernandez evitou o gol celeste.

O técnico Marcelo Oliveira decidiu mudar a dupla de ataque e tentar surpreender o adversário. Borges e Dagoberto, que retornou de contusão, substituíram Júlio Baptista e Willian, aos 17min da etapa final.

A partida ficou aberta. Enquanto o Cerro recuou um pouco e passou a buscar os contra-ataques, o Cruzeiro passou a buscar o ataque. O clima esquentou fora de campo. Os jogadores celestes, que estavam do banco, reclamaram da lentidão dos gandulas para repor as bolas. Luan recebeu o cartão amarelo.

A situação dramática para o Cruzeiro na reta final da partida. Aos 32min, Bruno Rodrigo entrou forte em Beltran, recebeu o segundo cartão amarelo no jogo e foi expulso, deixando o time mineiro com um jogador a menos.

Porém, o time mineiro não se abalou e, na base da raça, abriu o placar aos 35min. Everton Ribeiro cobrou falta na área e Dedé cabeceou no canto direito de Fernandez, que se esticou mas não alcançou a bola.

Aos 39min, Corujo acertou Dagoberto e foi expulso direto. Daniel Güiza, que havia saído, reclamou do lance e também levou o cartão vermelho. o Cruzeiro administrou o resultado e marcou o segundo aos 48min com Dagoberto. O clima esquentou fora de campo entre jogadores do Cruzeiro e do Cerro.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade