Detran aponta queda no número de mortes por atropelamento

Carolina Paiva

O Detran registrou neste ano, até julho, queda de 37,6% no número de pedestres mortos em acidentes de trânsito. Nos primeiros sete meses do ano 48 pessoas morreram atropeladas no DF. No ano passado, foram 77 no mesmo período.

A redução na quantidade de vítimas fatais em faixas de pedestres foi ainda maior em relação a 2016: uma em 2017 (na Avenida JK, no Gama), contra quatro no ano passado.

Desde que foi adotado o respeito à faixa em Brasília, em 1997, até julho deste ano, 8.831 pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito.

Dessas, 33% foram atropeladas (2.930 pessoas), sendo 101 em faixa de pedestre. Isso representa 3,4% das mortes nos últimos 20 anos.

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, deixar de dar preferência de passagem ao pedestre e a veículo não motorizado é infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e 7 pontos na carteira de habilitação.

Em 2016, foram registradas 7.951 autuações em faixas de pedestre. De janeiro a julho deste ano, já são 5.391 multas.

COMPARTILHE