Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Eleições 2014

Dilma espera ser reeleita para ter oportunidade de mais mudanças



Em entrevista concedida à rede de jornalismo catari Al Jazeera, a presidente Dilma Rousseff disse acreditar que merece ser reeleita em nome da continuidade de um processo de transformação do Brasil. A entrevista foi transmitida na manhã desta segunda-feira, primeiro dia após o término da Copa.

“Eu acredito que o povo brasileiro deve me dar a oportunidade de um novo período de governo pelo fato de que nós fazemos parte de um projeto que transformou o Brasil”, afirmou Dilma. “O Brasil tinha 54% da sua população entre pobres e miseráveis em 2002. Hoje, (…) todos aqueles que vivem na classe C para cima representam esses 75%. Três em cada quatro brasileiros. Nós transformamos a vida dessas pessoas.”

Questionada sobre o legado da Copa para o País, Dilma defendeu que o montante investido na preparação para o evento da Fifa é irrisório perante os gastos totais do governo nas áreas mais reivindicadas por críticos da realização da Copa. “Superamos uma campanha negativa contra a Copa do Mundo no Brasil”, disse a presidente.

“No que se refere à infraestrutura, US$ 4 bilhões não é o que faz a diferença em relação à educação e à saúde no mesmo período em que os estádios começaram – os estádios começaram em 2010. Se você considerar de 2010 até 2013, o Brasil, em educação e saúde, gastou mais de US$ 850 bilhões. Os quatro bilhões (de dólares) gastos para fazer os estádios é algo muito pouco significativo no que se refere ao gasto geral.”

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente