Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Dissidentes da coligação de Pezão e de Lindbergh apoiam Carlos Lupi

Publicado

Foto/Imagem:


O candidato do PDT ao Senado, Carlos Lupi, tem obtido apoios de candidatos das coligações “A Mudança Só Começou”, do governador e candidato à reeleição, Luiz Fernando Pezão (PMDB) e a “Rio Pode Ser Bem Melhor”, do senador e candidato a governador Lindberg Farias (PT). A primeira tem como candidato ao Senado, o vereador carioca César Maia (DEM) e a segunda, o deputado federal Romário (PSB).

Enquanto Pezão apoia oficialmente a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), abriu palanque também para o presidenciável do PSDB, senador Aécio Neves (MG). Cesar Maia apoia a candidatura do tucano e tem o apoio do vice de Pezão, o senador Francisco Dornelles (PP), do presidente regional do PMDB, Jorge Picciani e de boa parte dos aliados da coligação. Porém, agora há quem apoie Lupi.

Lindbergh é um dos candidatos a governador que apoia a reeleição de Dilma Rousseff. Para ter mais tempo de TV no horário eleitoral gratuito, fez aliança com o PSB do presidenciável Eduardo Campos, um dos maiores adversários de Dilma e tem agora Romário em sua coligação. Este, porém, apoia Campos. Mesmo assim, tem petistas que não pedem votos ao “Baixinho” e preferem Lupi.

Na última segunda-feira, o prefeito de Paracambi, Tarciso Pessoa (PT), o ex-ministro da Pesca e deputado federal Luiz Sérgio (PT) e o deputado federal Simão Sessim (PP) – este da coligação de Pezão – anunciaram publicamente que apoiam Lupi ao Senado, durante lançamento da candidatura do professor Laércio Alves (PT) a deputado estadual, em evento que reuniu 500 pessoas em uma casa de festas em Paracambi.

Tarciso Pessoa destacou que é fundamental que Paracambi continue “no caminho do desenvolvimento; no caminho das novas oportunidades de emprego; e no caminho da educação”, rompendo com a estagnação anterior.

“Estou aqui cumprindo minha obrigação de prefeito, ajudando a cidade neste momento de escolha; apresentando as pessoas que precisam de vocês, porque agora é a hora de retribuir tudo que fizeram por nós”, acrescentou Tarciso, citando em detalhes a ajuda que recebeu de Luiz Sérgio, de Simão Sessim e de Carlos Lupi para Paracambi.

Luiz Sérgio listou realizações do governo Dilma e, ao pedir voto para Lupi, assinalou: “Quero dar o meu testemunho de que Lupi, um ministro sempre leal e correto com o presidente Lula e a presidenta Dilma, será um grande senador”. Simão Sessim (PP) também elogiou Lupi, “um homem simples, um ex-jornaleiro, um homem que se dedicou a Leonel Brizola e aos seus ideais”.

Lupi falou sobre Brizola, que acompanhou desde sua chegada do exílio ao Brasil, em setembro de 1979, até a sua morte em 2004. “Sou e sempre serei brizolista, porque não desisto nunca; luto”, afirmou. Lupi elogiou o ex-presidente Lula, “o homem que resgatou a imagem do Brasil no mundo”; e também a administração de Dilma Roussef, e que, por isto, “não abro mão de pedir voto para o governo que acredito. Votem em Dilma!”.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade