Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Ele nem chegou ainda, e vendeu 100 unidades exclusivas



Dois anos depois de apresentar no Salão de Genebra o Huayra Coupé, a Pagani apresentará no evento suíço deste ano a versão conversível do superesportivo. Mas não é apenas uma “versão”, é uma evolução.

O superconversível é empurrado por um motor 6.0 V12 biturbo feito pela Mercedes-AMG especialmente para a Pagani. Ele rende 34 cv a mais que o Huayra Coupé, atingindo 764 cv a 6.200 rotações por minuto, com torque de 101 kgfm.

Com apenas 1.280 kg, o Huayra Roadster será 80 kg mais leve que o cupê, contrariando a regra de que as versões conversíveis são geralmente mais pesadas, para manter a rigidez do chassis sem o teto fixo.

O feito foi alcançado com o uso de uma combinação de fibra de carbo e titânio, chamado de Carbo-Triax HP52, que oferece 52% a mais de rigidez, segundo a fabricante.

O Huayra Roadster virá com 2 tipos de teto: um é rígido, feito em carbono e vidro, e o outro de tecido, que pode ser guardado no porta-malas. Os dois devem ser colocados ou retirados manualmente.

A produção será limitada a 100 unidades, com preço inicial de € 2,28 milhões (cerca de R$ 7,4 milhões). A notícia ruim é que todas as unidades já foram vendidas, antes mesmo da estreia mundial no Salão de Genebra, em março.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente