Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Erupção de vulcão deixa um saldo de 16 mortos na Indonésia



O número de mortos pela erupção no sábado passado do vulcão Sinabung, no oeste da Indonésia, aumentou nesta quarta-feira para 16, após a morte de uma pessoa no hospital por conta de danos nos rins e pulmões.

“O número de vítimas mortais é agora 16 e uma pessoa segue ferida”, informou o porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, segundo o jornal “Jakarta Globe”.

O último morto é um indonésio de 70 anos que tinha sofrido queimaduras em 45% de seu corpo, e graves danos nos pulmões e os rins.

Sutopo assinalou que a atividade vulcânica em Sinaung “ainda é alta” e a área de evacuação afeta um raio de cinco quilômetros da cratera.

O vulcão, situado na ilha de Sumatra, entrou em erupção em agosto de 2010 pela primeira vez em 400 anos, e está particularmente ativo desde setembro.

Mais de 25 mil pessoas tiveram que ser evacuadas desde então pelas repetidas eruções de lava, rochas e cinza, embora nenhuma tenha morrido até 1 de fevereiro.

A Agência Nacional de Mitigação de Desastres elevou o alerta em 19 vulcões na segunda-feira: os de Bromo, Dieng, Ijen, Kelud, Papandayan, Raung e Semeru, em Java; Lewotobi Perempuan e Sangeang Api, em Nusa Tenggara; Dukono, Gamalama, Gamkonora e Ibu, em Molucas do Norte; Soputan, em Celebes do Norte; Kerinci, Merapi, Seulewah Agam e Talang, em Sumatra; e Anak Krakatau, entre Java e Sumatra.

A Indonésia está sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, e abriga mais de 400 vulcões, dos que pelo menos 129 continuam ativos e 65 estão qualificados como perigosos.

 

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente