Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Casa e Decoração

Esquecidos no verão, aquecedores de ambientes são fortes aliados em noites frias



Juliana Nakamura

Esquecidos no verão, os aquecedores de ambientes são importantes aliados em dias e noites geladas. Mas escolher um modelo adequado para cada perfil de usuário não é, exatamente, uma tarefa simples: há uma série de aspectos a serem levados em conta e uma grande gama de aparelhos no mercado. Para ajudar na escolha e te deixar mais quentinho, a reportagem do UOL conversou com alguns especialistas e preparou este guia.

Leve em conta as necessidades dos moradores, o tamanho do cômodo e o local onde está a residência. A potência do equipamento deve ser proporcional à dimensão do ambiente que se quer aquecer e à diferença entre a temperatura real e a desejada.

Uma coisa é esquentar um quarto no Rio de Janeiro, outra bem diferente é dar aquele calorzinho a quem vive na serra gaúcha. De modo geral, um aquecedor com 1.500 W de potência dá conta de 20 m². Para espaços pequenos como banheiros, modelos cerâmicos e os termo ventiladores podem ser boas opções.

Para dormitórios e salas, os equipamentos a óleo e o ar-condicionado com ciclo reverso apresentam mais vantagens. Em grandes espaços, o gás passa a ser opção, desde que o local tenha boa ventilação.

Lidando com a secura – Para quartos de crianças e de idosos, prefira as versões a óleo, que ressecam menos o ar, ou os que têm a função ‘umidificar’. Outra saída é fazer uso do aquecedor ao mesmo tempo que o umidificador ou colocar uma bacia com água, além de toalhas molhadas no ambiente para minimizar a secura.

Eficiência – Os aquecedores são grandes consumidores de energia. Por isso, use-os com parcimônia. Se a alimentação foi elétrica (mais comum), dê preferência para aparelhos identificados com o selo Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica): os produtos que apresentam as notas A ou B consomem menos energia. Dependendo do equipamento escolhido e da intensidade do uso, o gasto de energia em um mês pode superar o custo do aparelho.

Sem acidentes – Cuide para que o aquecedor fique sempre longe das mãozinhas infantis qualquer que seja o modelo, bem como de cortinas e outros materiais inflamáveis. Se na casa viverem crianças ou animais domésticos evite os do tipo irradiador, que oferecem maior risco de queimadura.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente