Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Fim de semana violento deixa três policiais mortos no Rio



O assassinato de um soldado da Polícia Militar em Nilópolis, na Baixada Fluminense, na noite de domingo (8), aumentou para três o número de PMs mortos no Estado do Rio de Janeiro no último final de semana.

De acordo com informações do comandante do 39º Batalhão (Belford Roxo), o policial Diego Montinho Silva Maia suspeitou de um homem que estava dentro do mesmo bar que ele e, ao fazer uma abordagem, houve troca de tiros.

O homem conseguiu fugir e houve uma perseguição, quando o policial acabou sendo atingido numa emboscada. Maia foi socorrido e levado, pelo irmão, para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Ricardo de Albuquerque, mas não resistiu aos ferimentos.

Na madrugada de domingo, um sargento da PM, identificado como Tales, foi atingido por cinco tiros e morreu após uma abordagem nas proximidades da comunidade do Juramento.

Outros dois PMs ficaram feridos na ação e foram levados para a mesma unidade, mas não correm risco de morte. Um sargento identificado como Moraes foi atingido na mão por um dos disparos e foi transferido para o Hospital Central da PM, no bairro do Estácio (no Centro).

No sábado, o soldado Adson Nunes da Silva, lotado na Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar, foi morto por tiros e deixado neste sábado na UPA de Edson Passos, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Ainda no sábado, três PMs foram feridos por disparos de armas de fogo em comunidades com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora). No Complexo do Alemão, na zona norte, PMs das UPPs da Fazendinha e de Nova Brasília saíram em patrulha por volta das 15h quando um deles foi baleado na cabeça.

Já no Largo da Alvorada, na favela de Nova Brasília (pertencente ao Complexo do Alemão), um policial da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade levou um tiro de raspão no abdome durante um patrulhamento na madrugada deste sábado.

Um último caso foi registrado no sábado no centro do Rio. Um policial pertencente à UPP do Morro da Providência se feriu com estilhaços de bala durante um confronto com homens armados na comunidade.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente