Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rio

Funcionários são baleados durante protesto do Comperj



Dois funcionários do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) foram baleados na manhã desta quinta-feira (5), por volta das 4h45, durante o início de uma manifestação que acontecia em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Rio, os feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior.

Segundo o boletim médico da unidade de saúde, os operários do Comperj, Felipe Feitosa, de 21 anos, e Françiuélio Rodrigues, de 20 anos, deram entrada na emergência do Hospital às 5h30h. Felipe levou três tiros, sendo atingido no abdômen, na coxa direita e na mão direita. Ele foi operado às 7h30. Françiuélio levou um tiro na mão direita e outro no tornozelo direito. O estado de saúde de ambos era estável às 10h50.

Segundo a supervisão de plantão do Hospital, a Polícia Militar registrou o caso, assim que os feridos chegaram para ser atendidos.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Rio, que apoia o protesto, mas não o organizou, os funcionários foram atingidos durante um tumulto, alvejados por seguranças contratados por outro sindicato, cuja coordenação seria contrária às reivindicações dos manifestantes.

Milhares de funcionários do Complexo reivindicavam melhores condições de trabalho e reajuste salarial pelo segundo dia consecutivo. De acorco com o Sindicato dos Petroleiros, os trabalhadores vêm sofrendo com falta de água para beber e tomar banho, além de intoxicação alimentar. Nesta quarta-feira (6), eles chegaram a ocupar uma faixa da BR-116, deixando o trânsito lento na região. Nesta quinta, por volta das 10h, os manifestantes caminhavam em direção ao Hospital para onde foram os feridos.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente