Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Casa e Decoração

Gosto não se discute, é verdade, mas imagens prá baixo também derrubam o astral



Franco Guizzetti
Gosto não se discute. Cada um tem seu estilo na hora de decorar sua casa. Não podemos discutir o gosto e o estilo de cada pessoa no uso de quadros, telas e fotos na decoração de uma casa ou empresa. O que aprendi é que há regras para expor seus quadros e elas são sempre quebradas e reinventadas.

Há pessoas que falam que numa parede deve ter um equilíbrio e não pode haver muitos quadros, se não poluirá o ambiente. Mas, já fui a muitas casas que o morador tinha quadros e gravuras em todas as paredes, com uma mistura de estilo e gostava desta integração. Nos dois casos, há um ponto comum: para o morador desse ambiente, que foi por ele decorado, tem um ótimo Feng Shui ou energia, pois há seu toque pessoal.

Mas, certas imagens podem ser perigosas num ambiente ou podem trazer um problema energético sério e a pessoa não enxerga o que está ocorrendo ou por ocorrer em sua vida. Temos que lembrar que somos nós que colocamos estas imagens no ambiente e somos nós que revelamos ou atraímos esse problema em nossa vida.

Veja alguns exemplos abaixo e tome cuidado com certas imagens.

Imagens de pobreza: você trabalha o mês todo para ganhar seu salário ou rendimento, lê livros de prosperidade e pratica todos os dias as leis de riqueza. Só que o dinheiro some no meio do caminho ou da sua conta. Sua riqueza está evaporando. Cuidado para não pôr quadros e imagens de pobreza na casa ou empresa. Muitas vezes a pessoa adora imagens de pessoas que vivem em casebres, pobres e com cara de sofrimento. Ou casas abandonadas e em ruinas. São imagens de pobreza que só vão gerar mais ideias de pobreza. Pode mudar a imagem já.

Imagens de tristeza e choro: como diz o Chico Buarque: “você que inventou a tristeza, ora, tenha a fineza de desinventar”. Não tem coisa pior do que ficar em ambientes que as pessoas estão com a cara triste ou chorona. Imagine ter quadros e imagens de pessoas tristes, depressivas e chorando reinando no seu ambiente. E, para piorar, são tons escuros que jogam nossa energia e emoção para baixo. O quadro mais famoso é o do palhaço chorando. Por favor, alegria e energia positiva.

Pessoas sozinhas: você que reclama que não tem um amor, namoro e nem paquera há muito tempo. Que se sente sozinho no mundo. Que Santo Antônio está surdo e o cupido com a mira ruim. Você que está reclamando da solidão do coração, pare de reclamar e olhe para todas as gravuras, quadros e fotos em sua casa. O que está vendo? Em geral são fotos de você sozinha ou pessoas sozinhas na vida. Quer uma relação, mas fala para o universo me deixe em paz, sozinha. Mude.

Falta de amigos e vida social: além de estar com o coração para “alugar”, está também sem amigos e vida social. Tudo consequência das imagens de pessoas sozinhas. Ou ainda pior, não tem imagem nenhuma ou alguém nas gravuras. Olha o recado que você passa para o Universo: deixem-me em paz. Mude-as. Ponha gravuras e quadros de muitas pessoas e casais na casa.

Muita briga e discórdia: percebe o ambiente pesado? Pessoas nervosas e irritadas? Por qualquer motivo elas brigam, discutem ou fazem fofocas? Perceba quais são as imagens que você tem no ambiente? Veja se você não tem quadros agressivos, com imagens de guerra, brigas, de tempestades, destruição ou de terror. Estas imagens atraem más energias e muitas agressividades. Cuidado.

Falta de sorte e oportunidades: a sorte não bate na sua porta? As oportunidades não passam perto de você. Ou, quando chega algo não fecha ou não rola? Será que você não está fechado para as oportunidades? Será que você não está cego? Quadros de castelos, pessoas de costas, pessoas de olhos fechados ou de rosto virado, são típicos sinais que você não está vendo as oportunidades. Fique de olhos bem abertos.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente