Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Greve por equiparação salarial deixa regiões sem micro-ônibus



Rodoviários de todas as cooperativas de micro-ônibus cruzaram os braços nesta quarta-feira (13). Desde as primeiras horas da manhã, cerca de 530 veículos não saíram das garagens e prejudicaram passageiros de Brazlândia, Ceilândia, Guará, Paranoá, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria e Sobradinho.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal, João de Jesus, os rodoviários das cooperativas paralisaram as atividades porque querem a equiparação dos salários dos profissionais que atuam em ônibus convencionais.

Hoje, os cobradores dessas empresas recebem mensalmente R$ 723, e os motoristas R$ 1.019. O salário dos cobradores de coletivos convencionais é de R$ 1.008, e dos motoristas R$ 1.928.

Segundo João, os rodoviários devem retornar ao trabalho depois das 8h. Ainda está prevista uma assembleia no sindicato para discutir o reajuste salarial.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente