Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Homem preso após torturar filho deficiente da namorada



Jefferson Basílio, de 27 anos,  foi preso em flagrante no sábado (7) pelo crime de tortura, após ser filmado agredindo o filho deficiente de 13 anos da namorada.  À mãe do menino, ele disse “que estava nervoso e tinha ciúmes” da relação dos dois.

A agressão foi filmada pela mãe com o celular. “Se eu não tivesse feito isso, poderia estar no velório do meu filho. (…) meu filho poderia estar morto”, declarou emocionada. O caso está sendo investigado pela 73ª DP (Neves), em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Segundo a mulher, o filho tem p Mal de Batten, uma doença degenerativa que vai comprometendo gradativamente os movimentos musculares. No início da tarde deste domingo, o adolescente – que foi encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres com escoriações – recebeu alta da unidade de saúde.

A dona de casa percebeu há duas semanas que a cabeça do filho estava sangrando. Pouco antes, o namorado havia saído do quarto dela.

Questionado na ocasião, ele afirmou que o irmão menor havia batido no jovem e causado o ferimento. Ela não acreditou e decidiu gravar com o celular os momentos que Jefferson ficasse sozinho com o filho.

“Gravei as imagens e não acreditei. Desconfiei. Era assustador”, afirmou.

No vídeo, Jefferson torce constantemente os braços e os punhos do menino. Em um determinado momento, ele retira o menino da cadeira de rodas com violência, e é possível vê-lo levando para outro cômodo. Não se sabe o que acontece neste outro lugar da casa enquanto o celular grava as imagens.

Ela afirmou que a agressão ocorreu por volta de 15h deste sábado. “Não deixei ele sair da minha casa até a polícia chegar. Quero que ele pague pelo que fez”, disse a mãe.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente