Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Inter passa pelo Furacão com Beira-Rio cheio em clima de Copa

Publicado

Foto/Imagem:


No maior e último evento-teste para a Copa do Mundo de 2014 no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, o Internacional levou a melhor e derrotou o Atlético-PR de virada. Com parte dos protocolos da Fifa em andamento e em clima de Mundial, o time comandado por Abel Braga venceu por 2 a 1 para se manter na liderança do Campeonato Brasileiro.

Com isso, o time gaúcho chega aos dez pontos e pode se isolar na ponta da classificação. Isso porque a liderança era dividida com o Goiás, que perdeu para o Palmeiras neste sábado, com o Corinthians, que entra em campo no domingo contra o São Paulo, e Cruzeiro, que também faz clássico regional contra o Atlético-PR. Já o Atlético-PR soma 4 pontos e ocupa a 13ª colocação.

O Internacional fez, neste sábado, seu último jogo no Beira-Rio antes da Copa do Mundo. O confronto com o Atlético-PR serviu de evento-teste principal para o evento e contou com parte dos protocolos da Fifa que serão utilizados no Mundial. Até a pausa no Campeonato Brasileiro, o clube deve mandar suas partidas em Caxias do Sul.

Na próxima rodada, o Internacional joga fora de casa: pega o Criciúma no Estádio Heriberto Hulse, às 18h30 (de Brasília) do domingo. Um dia antes, no sábado, o Atlético-PR pega a Chapecoense às 21h. Essa partida será realizada no Estádio Willie Davids, em Maringá, porque a Arena da Baixada também foi entregue à Fifa e vai sediar a Copa do Mundo.

O primeiro tempo no Beira-Rio foi do Internacional, que tentou pressionar os atleticanos, apesar de esbarrar em falhas no sistema ofensivo. Chamou a atenção o número elevado de lances de impedimento: seis em apenas 45 minutos, minando as tentativas de enfiada de bola. O Atlético-PR não conseguiu chutar ao gol, enquanto o Inter teve seis finalizações, mas nenhuma chance clara.

Após o intervalo, o anfitrião acabou surpreendido aos 6min, quando Marcelo tentou toque dentro da área e o zagueiro Ernando se esticou para fazer o corte. A bola acabou tocada fraca demais e sobrou para Marcos Guilherme avançar e tocar no canto do goleiro Dida, inaugurando o marcador a favor do Atlético-PR. O Internacional, no entanto, não deixou barato e levou apenas três minutos para empatar.

Aos 9min, Alan Patrick rolou para D’Alessandro bater cruzado da entrada da área e acertar o canto direito de Wewerton, igualando o placar. O Inter então apostou nos chutes de média e longa distância, e isso deu resultado. Aos 21min, Alex quase marcou, mas Wewerton defendeu. Aos 22min, Alan Patrick tabelou com Rafael Moura na entrada da área e acertou o ângulo, virando o marcador.

O Inter ainda levou perigo em chutes de Rafael Moura, aos 24min, e Alan Patrick, aos 29min, ambos bem defendidos pelo goleiro atleticano. A equipe esteve constantemente à mercê do Atlético-PR, que, no entanto, não teve força ofensiva, principalmente depois da saída do atacante Marcelo, no início da etapa final, por lesão. Os minutos finais foram de emoção, com idas constantes do goleiro Wewerton para tentar cabeceio na área do Inter, mas não evitaram a derrota atleticana.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade