Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Intoxicação manda mais de 100 operários para hospital

Publicado

Foto/Imagem:


Cento e doze operários que trabalham em seis construtoras de Aracaju (SE) deram entrada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) com fortes dores no estômago, diarreia e vômito. Os sintomas começaram depois que eles comeram uma comida servida nos canteiros de obras cujo fornecedor é o mesmo das seis construtoras – por isso suspeita-se de intoxicação alimentar.

Segundo a assessoria do hospital público, dos 112 pacientes internados, sendo 100 homens e 12 mulheres, um foi encaminhado para a Ala Vermelha, onde são levados os pacientes em estado grave. Com isso, sobe para quase 300 o número de trabalhadores que teriam passado mal após comerem uma refeição servida pelas construtoras.

De acordo com o assessor do Huse, José Castilho, cerca de 60 trabalhadores ainda continuam em atendimento, e os outros já foram liberados. A suspeita é que os operários tenham intoxicação hospitalar, mas as causas ainda são desconhecidas.  As vítimas estão na ala de catástrofe.

A Vigilância Sanitária Municipal informou que havia muita sujeira, mau cheiro, falta de higiene, panelas sujas, chão com restos de comida, freezer velho e armazenamento inadequado dos alimentos na cozinha da empresa de alimentação que fornecia as “quentinhas” pra essas seis construtoras, e por isso interditou a empresa.

O coordenador da Vigilância Municipal, Ávio Britto, explicou que o órgão deu prazo de 30 dias para que haja total adequação da empresa que, inclusive, segundo ele, funcionava sem a licença sanitária obrigatória e não tinha nutricionista.

Além disso, explicou que, quando foi informado do surto com os trabalhadores, a Vigilância mandou uma equipe para recolher o material que supostamente havia provocado a intoxicação. No entanto, chegando lá, o órgão não encontrou mais material suspeito de contaminação, daí a Vigilância partiu para a fiscalização de toda a empresa.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade