Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Ligações de Padilha com doleiro são profundas, revela grampo dos federais

Publicado

Foto/Imagem:


Um diálogo interceptado pela Polícia Federal revela uma possível influência política do doleiro Alberto Youssef sobre o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT). na mensagem grampeada pela polícia, o principal alvo da Operação Lava Jato diz a uma parceira de esquema que, se pré-candidato ao governo de São Paulo for eleito, ajudaria ele “e muito”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Através de um aplicativo de mensagem instantânea, Primo – como Youssef é conhecido – conversa com a doleira Nelma Mitsue Penasso Kodama no dia 5 de março. Ela questiona Youssef se ele “tem acesso atualmente” ao delegado-geral da Polícia Civil paulista e diz que “queria um cargo para um amigo” dela no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

– Se o Padilha ganhar o governo ajudo ele e muito, respondeu o doleiro.

A resposta, segundo a PF,  “indica possivelmente que (Youssef) tem influência política junto ao candidato ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha”. Padilha não é investigado pela Lava Jato, mas o nome dele é citado em outros documentos da PF.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade