Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Mano Brown para em blitz, discute com policiais militares e vai parar em delegacia



O rapper Mano Brown, do grupo Racionais MC’s, foi liberado pela Polícia Civil após ser detido na tarde desta segunda-feira (6) na Zona Sul de São Paulo. Ele assinou um termo circunstanciado por desobediência e deixou a delegacia por volta das 20h50, sem conversar com os jornalistas.

O carro no qual Brown estava foi parado por volta das 16h na Avenida Carlos Caldeira Filho, na altura do número 1.000, na região de Campo Limpo. No 37º Distrito Policial, os policiais disseram que Mano Brown freou bruscamente ao se deparar com a blitz e, por isso, os PMs deram ordem de parada.

Segundo a Polícia Militar, ele acabou detido por desobediência, desacato e resistência. O desacato é usado pela PM para configurar casos em que ela julga ter ocorrido ofensa ou “menosprezo ao funcionário público no exercício de sua função”. O delegado Fábio Brandão diz que o rapper assinou um termo circunstanciado apenas por desobediência e foi liberado.

O advogado do rapper, Rafael Ornaghi, disse que Mano Brown foi “levemente agredido” durante a abordagem e discutiu com os policiais, por isso acabou levado para a delegacia.

Ornaghi relatou que o cantor foi parado em uma blitz, saiu do carro e os PMs o pediram para colocar as mãos sobre o veículo. Quando Brown fazia o movimento para erguer os braços, um policial encostou nele e o cantor “pediu calma”, ainda segundo o advogado. Em seguida, o PM teria puxado os braços do rapper, o algemado e jogado no chão.

Os PMs que estiveram na delegacia negaram qualquer agressão. Eles relataram, segundo o delegado, que “pediram educadamente e que o cantor não aceitou a revista pessoal”, por isso foi necessário dominar o rapper, mas “não houve abuso da força”.

O delegado disse que o cantor não quis registrar um boletim de ocorrência por agressão. Fábio Brandão afirmou que o automóvel do rapper estava com problemas no licenciamento e o exame médico da carteira de habilitação estava vencido.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente