Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Meirelles prevê reduzir carga tributária, mas admite que antes precisa aumentar

Publicado

Foto/Imagem:


Bartô Granja, Edição

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles, disse, em sua primeira entrevista coletiva no cargo, que a meta do governo Michel Temer é diminuir impostos, mas agora pode ser preciso criar mais um.

Ele respondeu a uma questão de um jornalista sobre a proposta de retomar a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), mesma medida que o governo Dilma cogitou aplicar, e pela qual foi muito criticado.

“O Brasil tem muitos impostos. A meta é diminuir o nível de tributação da sociedade. Dito isso, a prioridade hoje é diminuir a dívida pública. Se houver necessidade de um tributo, ele será aplicado, mas temporário”, afirmou Meirelles.

Ele voltou a reconhecer que o brasileiro paga muitos impostos, mas que a necessidade agora é outra. “Sabemos que a tributação é elevada, uma das maiores entre os países emergentes. A meta é a diminuição do nível tributário. No entanto, a prioridade é a dívida pública e seu crescimento a níveis sustentáveis. Um novo imposto será temporário. Se for necessário”, declarou.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade