Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Menino que teve braço arrancado por tigre vai ter prótese de presente



O menino Vrajamany Fernandes Rocha, 11 anos, que teve seu braço arrancado em julho por um tigre no zoológico de Cascavel, no Paraná, ganhou na semana passada uma ajuda importante para recomeçar a vida. Ele esteve em Sorocaba, a 98 quilômetros de São Paulo, para escolher a prótese que vai substituir o braço perdido.

O membro foi doado por uma empresa da cidade, a mesma que ajudou o ciclista que teve parte do braço arrancado em um acidente na ciclofaixa da avenida Paulista.

Na quinta-feira (4), Vrajamany conheceu o tipo de prótese que vai usar e tirou todas as medidas.

De acordo com Nelson Tuzino Nolé, responsável pela peça, como o braço do menino foi totalmente amputado, a prótese terá uma função mais estética do que funcional. “A mão não poderá ser movimentada, porque não ficaram terminações nervosas para enviar o estímulo. Esse braço vai dar a harmonia do corpo e evitar desvios na coluna por causa do peso em apenas um dos lados do corpo”, explicou.

O especialista explicou ainda que a prótese será feita em fibra de carbono, respeitando ao máximo as características do outro braço, como os detalhes da mão e a cor da pele.

Além disso, a peça vai ajudar a combater a chamada dor do membro fantasma, que tem incomodado bastante o garoto. “A pessoa sente como se o membro estivesse ali. No caso dele, houve um impacto muito grande, porque o braço foi arrancado. Essa memória fica no cérebro e nos nervos. A presença da prótese vai ajudar a amenizar esse incômodo”, disse.

O garoto se mostrou animado com a possibilidade de recomeçar e disse que gostaria até de ter desenhos em seu novo braço. “Eu acho que vou querer que tenha caveira como aquela”, diz apontando para uma das próteses.

Segundo a mãe dele, Mônica Fernandes Santos, agora o que ferimento cicatrizou, Vrajamany, que é destro, começa a ganhar independência. Ele já toma banho e se alimenta sozinho e tenta, aos poucos, melhorar a habilidade para escrever com a mão esquerda.

“Ele está treinando em casa, mas acredito que isso não vai demorar para acontecer”, afirmou ela.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente