Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rio

Ministro da Defesa confirma 9 mil homens da Força Nacional nos Jogos Olímpicos do Rio



Em visita ao Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), da Marinha, na Zona Norte do Rio, o ministro da Defesa Raul Jungmann afirmou que o Rio vai poder contar com 9,3 mil homens da Força Nacional de Segurança. Até segunda-feira (16) só 7,3 mil homens da FNS estavam confirmados.

“Tive hoje de manhã a boa notícia de que o ministro Alexandre Morais conseguiu mais dois mil homens da Força Nacional de Segurança vindos de São Paulo. Com isso estaremos com segurança plena pra os Jogos”, disse Jungmann, destacando que a FNS vai atuar nos equipamentos olímpicos.

Jungmann também destacou que para a segurança dos Jogos, no Rio e nas cinco capitais onde serão realizados jogos de futebol, vagão contar com 38 mil homens das Forças Armadas e policiais, sendo 18 mil diretamente nas Olimpíadas no Rio e 16 mil na Paralimpíadas.

A despeito da onda de violência na cidade desde o início do ano, o ministro disse que até o momento não recebeu qualquer solicitação do governo do estado para ocupar favelas e comunidades, como ocorreu na ocasião da Copa do Mundo em 2014. Ele também destacou o trabalho de inteligência que está sendo feito para os Jogos.

“O Brasil não tem inimigos e nem conflitos étnicos, por exemplo, o que nos deixa muito tranquilos. Mas estamos fazendo um trabalho de inteligência junto com países como os Estados Unidos para que estejamos preparados pra qualquer imprevisto. Vamos partilhar um centro de inteligência com cerca de 60 países. É isso é muito positivo”, disse Jungmann.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente