Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saúde

Modismo na hora de mudar óculos, mas médico lembra que sem consulta não dá



Trocar o modelo dos óculos é uma prática comum, mas qual é a hora certa para adquirir novos? Diversos motivos são analisados na mudança das armações, mas nessa hora a estética conta muito mais do que o tempo ou durabilidade.

A verdade é: não existe hora certa para fazer a mudança, o ideal é que o paciente realize consultas anuais para acompanhar de perto a saúde ocular e checar se existe ou não mudanças no grau.

Gustavo Serra, oftalmologista do Visão Institutos, em Brasília, reforça que ultimamente tem sido bem comum a estética ser levada mais a sério que os cuidados com a saúde dos olhos.

“O paciente precisa tomar cuidado com essa inversão de valores. Em feiras há o livre comércio de óculos com o grau pronto e muitas pessoas usam esse tipo de produto sem nenhum acompanhamento médico, por exemplo. Dentro do consultório, além da análise do grau, pedimos cuidado com isto e com a escolha do tamanho da lente, pois as muito grandes podem mais atrapalhar do que ajudar, dependendo do problema do indivíduo. Mas tudo precisa ser conversado”, comenta o especialista.

“Se o indivíduo perceber que a armação está descascando e mais frágil que o normal, é um claro sinal que é chegada a hora de substituir por uma nova”, acrescenta.

Em relação ao tipo de armação que deve ou não ser escolhida, Dr. Gustavo fala que existem marcas e materiais melhores, mas vai do gosto e do bolso de cada paciente. “Os materiais mais leves geralmente são mais caros, mas isso depende da pessoa. A função principal do oftalmologista é indicar a melhor lente para o paciente, como as multifocais para quem tem mais de 40 anos, por exemplo”, explica.

As lentes de contato merecem destaque, pois, diferentemente das armações, possuem vida útil que variam de acordo com o fabricante e material de composição. De acordo com o médico, o tempo de cada par varia de meses a um ano. “Deve-se ter um cuidado maior com as lentes, pois a limpeza e os cuidados são mais específicos e criteriosos, pois é um material que entra em contato direto com os olhos e as chances de contaminação são maiores”, finaliza o doutor.

Dicas – Veja alguns pontos quanto aos cuidados com os óculos e as lentes.

Evitar que os óculos sofram quedas;
Não deixar que as lentes sofram arranhões;
Limpá-las sempre que possível;
Higienizar as lentes de contato;
Trocar o estojo das lentes com frequência;
Jamais dormir usando as lentes.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente