Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mosquito não para e faz média de 40 vítimas da dengue todos os dias

Publicado

Foto/Imagem:


O Distrito Federal teve 4.671 casos confirmados de dengue entre janeiro e abril deste ano, uma média de 39,5 registros por dia, de acordo com o informativo epidemiológico da Secretaria de Saúde. Desse total, 3.842 são de residentes no DF.

Os 829 restantes são de moradores de outras unidades da federação. O número é 44% menor do que os 8.278 casos do mesmo período do ano passado.

A redução foi maior entre os casos importados. No ano passado, os registros de moradores de fora do DF representaram 27% do total de confirmações da doença. Neste ano, o número caiu para 17%.

Em 2013, o GDF instalou um hospital de campanha em Brazlândia, para atender pacientes vindos do Entorno. Segundo a secretaria, a medida foi tomada por causa do alto índice de pessoas que confirmavam o caso no DF, mas que vinham de fora da capital.

A região com maior número de casos foi Planaltina, com 792 registros, 2,6 vezes mais do que as 297 confirmações no mesmo período de 2013 e 17% do total. Em seguida vem o Gama, com 346 casos, o dobro dos 172 do ano passado.

A região que aparece em terceiro lugar é Ceilândia, com 277 registros, 75% menos do que os 1.078 casos do mesmo período em 2013. Em quarto lugar está Sobradinho II, com 274. Entre janeiro e abril do ano passado foram 267.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, seis pessoas morreram de dengue na capital em 2014, sendo 3 moradores do DF e 3 de outras unidades da federação. No total, foram 16 casos de dengue grave, sendo 8 do DF e 8 de fora.

No total, o DF 7.314 notificações da doença entre janeiro e abril deste ano. No mesmo período do ano passado foram 10.722 casos notificados.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade