Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Nemer vira ficha suja. Se for para valer, pode dar Alírio ou Eliana



O deputado distrital Rôney Nemer (PMDB), eleito deputado federal em outubro, teve sua condenação confirmada como ficha suja nesta quarta-feira 19 pelo Tribunal de Justiça. Ele promete recorrer a instância superior, mas se a decisão for para valer, sua cadeira na Câmara dos Deputados pode ficar para Alírio Neto (PEN) ou Eliana Pedrosa (PPS).

Nemer foi acusado de improbidade administrativa pelo envolvimento no esquema de corrupção que ficou conhecido como mensalão do DEM. O deputado terá de devolver R$ 852 mil aos cofres públicos. Ele também teve os direitos políticos suspensos por seis anos.

O TJ entendeu que Nemer recebeu dinheiro para dar apoio  político ao governador na época, José Roberto Arruda, então no DEM. Como a decisão desta quarta foi unânime, a defesa só pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça.

De acordo com o processo, Nemer alega que as acusações “são de uma vagueza incomensurável e contraditórias”, que a captação de som do vídeo apontado como prova mostrou um diálogo fragmentado e ininteligível e que não há outro tipo de prova.

Se, mesmo tendo o mandato cassado, os votos de Nemer forem mantidos na coligação, a vaga ficará para o suplente Alírio Neto. Porém, se a votação for considerada anulada, quem estará eleita será a candidata do PPS, pelo critério de quociente eleitoral.

 

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente