Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


No meio da crise, Pepe deixa terras para disputar mandato

Publicado

Foto/Imagem:


Dentro do contexto de reforma ministerial, em curso neste início de ano, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, deixará o comando da pasta para se dedicar a campanha em busca de um novo mandato como deputado federal. Ele ocupa o cargo desde março de 2012, quando substituiu Afonso Florence.

“Deixo cargo no final do mês, sem data precisa ainda. Já conversei com a presidente, mas cabe a ela anunciar quem vai me substituir”, afirmou o ministro, sem sinalizar quem poderia ser seu sucessor.

Médico de formação, o petista Pepe Vargas foi prefeito de Caxias do Sul, segunda maior cidade do Rio Grande do Sul, por duas vezes. Ele começou a carreira política em 1989 como vereador e atuou como deputado estadual entre 1995 e 1996, quando deixou a Assembleia Legislativa para assumir a prefeitura da cidade gaúcha.

O nome que deve substituir o de Pepe é o do atual presidente da Petrobras Biocombustíveis, Miguel Rossetto, também filiado ao PT. Na avaliação de assessores do governo, o trunfo dele é o de ser considerado próximo aos movimentos sociais.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade