Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

No meio da crise, Pepe deixa terras para disputar mandato



Dentro do contexto de reforma ministerial, em curso neste início de ano, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, deixará o comando da pasta para se dedicar a campanha em busca de um novo mandato como deputado federal. Ele ocupa o cargo desde março de 2012, quando substituiu Afonso Florence.

“Deixo cargo no final do mês, sem data precisa ainda. Já conversei com a presidente, mas cabe a ela anunciar quem vai me substituir”, afirmou o ministro, sem sinalizar quem poderia ser seu sucessor.

Médico de formação, o petista Pepe Vargas foi prefeito de Caxias do Sul, segunda maior cidade do Rio Grande do Sul, por duas vezes. Ele começou a carreira política em 1989 como vereador e atuou como deputado estadual entre 1995 e 1996, quando deixou a Assembleia Legislativa para assumir a prefeitura da cidade gaúcha.

O nome que deve substituir o de Pepe é o do atual presidente da Petrobras Biocombustíveis, Miguel Rossetto, também filiado ao PT. Na avaliação de assessores do governo, o trunfo dele é o de ser considerado próximo aos movimentos sociais.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente