Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


São Paulo

Padilha associa força do PCC ao fracasso dos governos tucanos



O pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Alexandre Padilha, adotou um tom aberto de campanha e atacou a política de segurança do governo tucano paulista em sua primeira entrevista após deixar o Ministério da Saúde. “O PCC é uma criação dos vinte anos do governo do PSDB, não existia antes e hoje tem”, afirmou ele. “A população vive insegura, o sentimento das pessoas é de insegurança”, avaliou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Padilha acredita que “acabou a bateria” dos tucanos e garante que “falta coragem ao governo de São Paulo” para enfrentar a violência no Estado. Além da área de segurança, ele critica também aquilo que considera como estagnação na educação em São Paulo. “Já estamos há quase 15 anos no século 21, o governo do PSDB governa há 20 anos e não conseguiu trazer o ensino médio para o século 21”, garantiu ele.

O ex-ministro da Saúde aproveitou para defender o programa Mais Médicos, considerado por ele “um passo importante para gerar profundas mudanças na saúde do País. Inclusive em São Paulo, Estado que mais pediu médicos, que mais vai receber médicos”, disse Padilha ao jornal. Ele disse ainda que vai manter a decisão da presidente Dilma Rousseff de não mexer na lei para liberar o aborto no Brasil.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente