Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Palmeiras perde pênalti, mas faz 1×0 no Santos e põe mão na taça



O Palmeiras está prestes a levantar a taça de campeão paulista de 2015. O time saiu na frente na busca pelo título do Paulistão ao derrotar o Santos neste domingo por 1 a 0, com um gol de Leandro Pereira, no Allianz Parque. Com recorde de público, o estádio ainda poderia ter visto o placar aumentar, mas Dudu desperdiçou cobrança de pênalti no segundo tempo. Por causa da infração, aliás, os santistas jogaram por 30 minutos com um a menos, com o zagueiro Paulo expulso.  Não foi à toa que os visitantes deixaram o palco do jogo comemorando.

Sem Valdivia e Robinho (o santista), que não ficaram nem no banco por causa de lesão, o jogo foi burocrático, com o Santos marcando a saída de bola palmeirense apenas no meio-campo, permitindo que os zagueiros alviverdes ficassem mais com a bola. A válvula de escape, como sempre, foi Dudu, que aproveitou muito os espaços dados na lateral para infernizar a vida do rival. Do lado santista, a melhor jogada tinha Geuvânio partindo para cima de Zé Roberto.

A taça conhece seu dono em 2015 no próximo domingo, na Vila Belmiro, também a partir das 16h. Vale destacar que o Santos não terá a vantagem do empate no placar agregado por ter sido o melhor time do campeonato na primeira fase.

A partida começou amarrada, com o Santos atuando mais para não perder do que para buscar um gol. A marcação dos visitantes, aliás, começava apenas no meio-campo. Forçado por causa da lesão de Arouca, Oswaldo acabou colocando o time mais para frente com a entrada de Cleiton Xavier e deu certo. O camisa 8 deu um belíssimo passe pela direita, achou Lucas, que cruzou no pé de Leandro Pereira. Ele só desviou e abriu o placar. No fim da etapa inicial, o Palmeiras ainda chegou mais duas vezes com perigo. Em uma delas, Rafael Marques foi travado e reclamou de pênalti.

Na volta para o segundo tempo, os times voltaram sem seus treinadores, expulsos. Logo aos 10 minutos, Oswaldo viu, da arquibancada, Leandro Pereira sofrer pênalti em falta de Paulo, que foi expulso. Na batida, no entanto, Dudu acertou o travessão de Vladimir. O Santos se animou com o erro e passou a ir para cima do adversário, sempre na bola aérea. Victor Ramos e Vitor Hugo, no entanto, conseguiam segurar a pressão.

A alternativa palmeirense foi a entrada de Gabriel Jesus e Kelvin, nos lugares de Leandro e Robinho. O Palmeiras passou a aproveitar melhor o fato de ter um jogador a mais, mas não conseguiu converter isso em gols, para o desespero de seu torcedor.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente