Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Para Aécio, minar CPI da Petrobras é confissão de culpa

Publicado

Foto/Imagem:


O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), atacou nesta terça-feira (1º) a tentativa da base aliada do governo federal de minar no Senado a criação de uma CPI para investigar a Petrobras. Para o presidenciável tucano, a atuação dos governistas “é uma confissão clara de culpa”.

“O que a base do governo protagoniza no Senado Federal é uma confissão clara de culpa”, disse.

Segundo Aécio, ninguém da base aliada saiu em defesa da Petrobras, mas apenas tenta impedir que as suspeitas de irregularidades envolvendo a estatal sejam apuradas.

“Não há uma voz aqui da base do governo, do PT, para defender o que foi feito na Petrobras. O que eles querem é utilizar a maioria para tirar da minoria talvez um dos únicos instrumentos que ela tenha, que é o de criar comissões parlamentares de inquérito para apurar denúncias graves”, afirmou.

O requerimento da oposição para instalar a comissão foi lido em plenário na sessão de hoje, passo exigido pelo regimento da Casa para criar CPI.
Em seguida, num embate direto, a base apresentou outro requerimento para uma comissão que, além da Petrobras, investigue as denúncias de formação de cartel nos metrôs de São Paulo e Distrito Federal, o porto de Suape e a operação da refinaria de Abreu e Lima, ambos em Pernambuco, em retaliação à ofensiva liderada pela oposição.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), rebateu a crítica de que o requerimento seja uma retaliação e defendeu que os escândalos no metrô, ocorridos em governos sob gestão tucana, também precisam ser investigados.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade