Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Para papa Francisco, atentado em revista da França semeou a morte

Publicado

Foto/Imagem:


O papa Francisco exprimiu a sua “mais firme condenação” ao “horrível atentado” contra o semanário satírico francês  “Charlie Hebdo”. Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, o pontífice disse que o ataque “semeou a morte, levando consternação a toda a sociedade francesa e afetando profundamente todas as pessoas amantes da paz, muito além das fronteiras da França”.

Ainda de acordo com Lombardi, Jorge Bergoglio tem rezado pelos feridos e familiares das vítimas e exortou todos a se oporem “com todos os meios à disseminação do ódio e qualquer forma de violência, física e moral, que destrói a vida humana”.

Em Teerã, o governo iraniano condenou o atentado e qualificou de “alheio à educação do islã” qualquer ato terrorista contra o povo.

De acordo com a agência oficial de notícias “Irna”, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Marzieh Afkham, afirmou que “este tipo de conduta é a continuação de uma onda sem precedentes de extremismo e de violência física e pensamento que durante a última década se desenvolveu no mundo”.

Segundo ela, “as políticas errôneas e as colisões binárias (dupla conduta) frente à violência e ao extremismo” levou a promoção destes comportamentos. Marzieh disse estar esperançosa sobre os líderes mundiais adotarem “uma política integrada” e evitarem “dois pesos e duas medidas” para pôr fim às causas da violência e do extremismo.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade