Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


São Paulo

Polícia Civil investiga quebra-quebra em trens do metrô



A Polícia Civil abriu inquérito pra investigar o que causou a confusão na noite desta terça-feira (4) no Metrô e deixou a Linha 3-Vermelha parcialmente paralisada durante cinco horas.

O Metrô informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que dos 40 trens que operam na Linha 3-Vermelha ao menos 19 sofreram algum tipo de dano nos tumultos que ocorreram entre as estações Barra Funda-Pameiras e Sé.

Até as 20h desta quarta-feira (5), ao menos 16 composições já tinham passado por reparos e estavam de volta à operação na Linha 3. As três restantes, que tiveram janelas quebradas pelos passageiros na confusão, deverão voltar a circular antes do final da operação regular desta quarta-feira.

Segundo a assessoria de imprensa do Metrô, os danos mais comuns foram a quebra ou risco dos vidros e a quebra das proteções dos botões de segurança, que foram acionados pelos usuários para abrir as portas quando os trens estavam parados dentro dos túneis entre uma estação e outra. No entanto, o total do prejuízo com os atos de vandalismo ainda não havia sido contabilizado.

Após falha em uma composição na Linha 3-Vermelha (Palmeiras-Barra Funda/ Corinthians-Itaquera), os dispositivos de segurança foram usados por passageiros que estavam em sete vagões diferentes. A operação na maior parte da linha ficou interrompida por cerca de 5 horas.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente