Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rio

Preço de aluguel no Rio de Janeiro diminuiu quase 13% em um ano. É hora de negociar



Os preços do mercado imobiliário no Rio caíram nos últimos meses. A oferta superou a procura por causa do difícil momento econômico no país. O índice FipeZap que acompanha o valor de aluguéis em 11 capitais brasileiras está caindo a cada mês. No período entre o mês de abril de 2015 e o mesmo mês deste ano, o valor já diminuiu 12,88% no Rio.

No entanto, o Rio ainda tem o metro quadrado mais caro do país, no valor de R$ 37,04. Em São Paulo, o valor médio é de R$ 35,51. O metro quadrado mais barato entre as capitais pesquisadas é Curitiba, custando R$ 17,06 em média. No Rio, o preço do aluguel até pode ter diminuído, mas ainda é considerado caro pelos cariocas, como mostrou o Bom Dia Rio desta terça-feira (17).

“O comercial está mais estocado, tem muitas salas comerciais de 20 m², de 30 m² tem aos montes, cresceu demais a oferta. Então, os preços abaixaram e os períodos de vacância está demorando ai quatro ou cinco meses para se alugar um imóvel comercia”, disse o representante imobiliário Edson Parente.

Além de vantagem nos alugueis comerciais, também existe benefício para quem procura alugar imóvel para morar. Neste caso, o inquilino que fechar contrato ganha um mês de aluguel e com o dinheiro que sobra dá para fazer alguns planos.

Sérgio Gomes dos Santos é proprietário de vários apartamentos e lojas em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Para ele, é melhor dar o primeiro aluguel de desconto do que ficar com o imóvel fechado. “Se eu não der o desconto, o imóvel fica parado ou fechado e eu vou ter que arcar com os encargos. Eu dando 100% de desconto no primeiro aluguel, é bom para o cliente e bom para mim porque o cliente só irá pagar os encargos”, afirmou Sérgio.

Momento favorável para negociar
Para o vice presidente do Sindicato de Habitação do Rio, Leonardo Schneider, o momento é favorável para quem quer negociar aluguéis. “O mercado hoje é favorável para quem está procurando então a gente recomenda que faça uma pesquisa antes, investigue nas proximidades outros preços e formalize isso perante o proprietário”, disse.

“Agente vive um momento mais de baixa em relação a preço, teve uma razoável queda de preço, mas entendemos que isso é um mercado cíclico. Ter paciência, fazer uma boa negociação, fazer uma boa pesquisa e interagir bem com o proprietário ou administrador é sempre positivo nesse momento”, completou Schneider.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente