Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Reguffe apanha de adversários mas dispara com curativo do eleitor

Publicado

Foto/Imagem:


A insidiosa campanha deflagrada contra o deputado Antônio Reguffe (PDT), que concorre ao Senado, não tem surtido efeito. A cada pesquisa, o parlamentar aumenta a diferença sobre os adversários. O levantamento do Ibope divulgado nesta quarta-feira (24) pelo DFTV, da TV Globo, comprova isso.

O Ibope  aponta Reguffe na liderança com 37% dos votos. Magella (PT) aparece em segundo, com 16%, e o senador Gim Argello (PTB), que tenta reeleição, com 13%. A candidata Sandra Quezado (PSDB) aparece com 3%. Brancos e nulos somaram 10%, e 19% dos entrevistados não sabem ou não responderam.

Este é o quarto levantamento encomendado pela TV Globo desde o início da disputa eleitora. Na pesquisa anterior, Reguffe tinha 35%. Magela aparecia com 18%, e Gim, com 14% das intenções de voto.

Os candidatos Aldemário (PSOL) e Robson (PSTU) aparecem com os mesmos percentuais registrados na pesquisa anterior (1%). Expedito Mendonça (PCO), que tinha 1% no fim de agosto, não atingiu percentual significativo no levantamento atual. Jamil Magari, que tinha 1%, aparece com 0% na pesquisa divulgada nesta quarta.

O Senado vai renovar um terço das 81 cadeiras na eleição deste ano, sendo uma vaga para cada unidade da Federação.

Confira os números:

– Reguffe (PDT): 37%
– Magela (PT): 16%
– Gim Argello (PTB): 13%
– Sandra Quezado (PSDB): 3%
– Aldemário (PSOL): 1%
– Robson (PSTU): 1%
– Jamil Magari (PCB): 0%
– Expedito Mendonça (PCO): 0%
– Branco/nulo: 10%
– Não sabe/não respondeu: 19%

O Ibope ouviu 1.610 eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número DF-00057/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00767/2014.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade