Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Eleições 2014

Ricardo Coutinho vira jogo, vence Cássio e é reeleito na Paraíba



O governador Ricardo Coutinho (PSB) foi reeleito para mais um mandato na Paraíba após conseguir uma arrancada no segundo turno, ultrapassando o senador Cassio Cunha Lima (PSDB). No primeiro turno, Cunha Lima recebeu 47,44% dos votos válidos, contra 46,05% de Coutinho. Eles deixaram para trás o senador Vital do Rêgo (PMDB), que registrou 5,22%.

No segundo turno, ao contrário da orientação da executiva nacional do PSB, Coutinho apoiou Dilma Rousseff e contou com o apoio do PT no Estado.

Cunha Lima e Coutinho travaram uma disputa com ataques mútuos. O tucano foi governador na gestão anterior à atual, de Coutinho. Em 2009, Cunha Lima perdeu o mandato após condenação do TSE por compra de votos.

Uma das maiores controvérsias da campanha envolveu a compra de um helicóptero pelo Estado por R$ 9 milhões, na gestão de Coutinho. Cunha Lima afirmou que um equipamento novo custaria R$ 7 milhões e que havia um problema de “corrupção sistêmica” no governo.

Coutinho rebateu com a informação de que, em quatro anos de governo de Cunha Lima (2003-2009), a Casa Civil aumentou os gastos com locação de aeronaves em 4.377%, saltando de R$ 65.100, em 2005, para R$ 2.849.484, em 2008.

Os dois também tiveram de resolver pendências judiciais. Só a 20 dias da eleição, o pleno do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) confirmou a candidatura de Cunha Lima, após negar o pedido de inelegibilidade com base na Lei da Ficha Limpa.

Já o atual governador precisou da autorização da Justiça para contar com o apoio do PT. A união entre os dois partidos havia sido questionada pelo Diretório Nacional do PT e pela campanha do senador — e também candidato ao governo — Vital do Rêgo (PMDB). O PT argumentou que uma resolução da direção nacional determinava coligação com o candidato peemedebista, o que não foi cumprido pela convenção estadual.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente