Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rio

Sambando, Dilma inaugura BRT Transcarioca em Madureira



Em ritmo de muito samba, a presidenta Dilma Rousseff inaugurou na manhã deste domingo, em Madureira, a obra do BRT Transcarioca, que vai ligar a Barra da Tijuca à Ilha do Governador. Dilma, que chegou a tocar pandeiro, reco-reco e tamborim, e vestir um chapéu panamá (símbolo dos sambistas cariocas), também participou da entrega das obras de ampliação do Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e das chaves do conjunto habitacional de Manguinhos. Durante os eventos, que contaram com manifestação de professores, ela anunciou a liberação de mais de R$ 3 bilhões a serem investidos em obras de infraestrutura para as Olimpíadas de 2016.

Ao lado do prefeito Eduardo Paes, do governador Luiz Fernando Pezão e do ex-governador Sérgio Cabral, Dilma enfatizou que as obras são para a população. “Nenhum legado é da Copa do Mundo. Todos os legados são do povo brasileiro. Não estamos fazendo aeroportos para a Copa. São para todos os brasileiros. Não estamos fazendo uma obra desse porte para a Copa do Mundo, nós temos o compromisso de fazê-la para todos os cariocas”, declarou.

Cercada por políticos e operários que trabalharam na obra, a inauguração do BRT contou com a presença de sambistas como Monarco da Portela, Nelson Sargento e Dona Ivone Lara, além das baterias da Portela, do Império Serrano e da União da Ilha. Animada, Dilma cantou junto e aplaudiu diversos sambas. Durante o ato, ela e Paes assinaram o contrato de liberação de mais de R$ 3 bilhões — a maior parte por meio de financiamento do BNDES —, garantindo a conclusão das obras de infraestrutura para a cidade, especialmente na área de mobilidade.

Os recursos serão investidos na construção do BRT Transolímpica e na ligação com a Transbrasil, trecho Alvorada-Jardim Oceânico do BRT Transoeste, na duplicação do Elevado do Joá — incluindo a construção da ciclovia —, na ciclovia da Avenida Niemeyer e no túnel da Via Expressa, entre outras obras.
Em Deodoro, a Secretaria municipal de Obras vai construir uma via de quatro quilômetros que ligará a Transolímpica e Tranbrasil e ficará paralela à Vila Militar. A Transolímpica começou a ser construída em 2012 e terá 23 quilômetros da Barra da Tijuca a Deodoro, passando por Curicica, Taquara, Jardim Sulacap e Magalhães Bastos.

Com 39 quilômetros de extensão, a Transcarioca, que começa a funcionar hoje, reduzirá em 60% o tempo das viagens. Ao todo, são 47 estações e cinco terminais (Alvorada, Tanque, Taquara, Madureira e Fundão).

 

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente