Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Tabela de jogos indefinida e frevo afastam torcedor dos estádios

Publicado

Foto/Imagem:


Em Pernambuco, as prévias carnavalescas já tomam conta das ruas do Recife e Olinda durante os fins de semana. E se o torcedor já tem no início das temporadas a competição do frevo e do maracatu para manter sua paixão clubística em dia, ainda ganhou neste ano mais uma dificuldade, já que a tabela do Estadual sofreu diversas alterações e até agora ainda não está completamente definida.

O terceiro clássico entre Sport e Náutico em 2014, que seria realizado na noite de segunda-feira, acabou sendo desmarcado e espera nova data. Mas teve pouquíssimas entradas vendidas. “Cerca de 20 ingressos chegaram a ser comercializados. No caso da venda online, os valores já foram estornados. Já a devolução do ingresso e restituição do valor para quem comprou em um dos pontos de venda poderá ser agendada pela Central de Vendas no 3319.1919 até o fim desta semana”, informou a Arena Pernambuco ao Terra. Por mais que o torcedor receba seu dinheiro de volta, esse tipo de aborrecimento – que não foi causado pelos administradores do estádio – só afasta ainda mais os fãs dos clubes.

A primeira rodada do hexagonal decisivo do Campeonato Pernambucano começou com dois jogos, e o público na partida do Santa Cruz confirmou que a briga jurídica causou uma diminuição de torcida. A primeira partida no Arruda após o centenário do clube era para ser marcada por uma grande festa, mas teve pouco mais de 8 mil pagantes, depois de ser confirmada do sábado à noite para o dia seguinte. Já o clássico que marcaria a rodada inaugural da fase decisiva, entre Sport e Náutico, deve ter sua data definida apenas após reunião entre os presidentes do Sport, Náutico, Santa Cruz, Federação Pernambucana de Futebol e a rede de televisão que detém os direitos de transmissão do torneio.​

Na última sexta-feira, o Náutico conseguiu uma liminar no Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) pedindo o adiamento da primeira rodada do Estadual no fim de semana. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) liberou no sábado à noite os dois jogos do domingo (além de Santa Cruz x Central, Salgueiro e Porto se enfrentaram na cidade sertaneja), mas manteve o clássico cancelado.

A decisão do STJD leva em conta que o representante do Náutico na Federação Pernambucana de Futebol expressou não concordar com a realização da partida na Arena Pernambuco em um dia de semana. Para acabar com a confusão jurídica, a Federação Pernambucana de Futebol convocou reunião com os presidentes do Sport, Náutico e Santa Cruz para esta terça-feira, a partir das 12h. A expectativa é que finalmente se consiga chegar a uma tabela definitiva, já que as seguidas mudanças só dificultaram a vida dos torcedores.

Vice-presidente jurídico do Sport, Arnaldo Barros garante que o presidente não levará uma proposta para a reunião. “A fixação da tabela cabe à FPF, o Sport vai aguardar o que a Federação vai dizer em relação à partida que seria realizada hoje (segunda) e vamos ser sempre muito colaborativos para ajustar a tabela aos interesses do Sport e do Náutico, só não vamos admitir prejuízos para o clube. Mas eu tenho muita confiança de que a Federação irá conseguir uma solução satisfatória”.

Apesar de discordar da tabela, o representante do Náutico na FPF, Ubirajara Tavares de Melo, registrou apenas resistência em relação à data e local do clássico contra o Sport. Por isso, dificilmente o clube terá condições de alterar outras partidas, como o jogo contra o Central que está marcado para a próxima quinta-feira, em Caruaru. Então, a tendência é que a tabela seja mantida e apenas o clássico contra o Sport seja remarcado, para que finalmente o torcedor deixe de se preocupar com o extracampo e possa voltar a se programar para assistir às partidas no estádio.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade