Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Tatuagens temporárias transformam suor em fonte para abastecer baterias



Biosensor em forma de tatuagem não definitiva pode converter suor em eletricidade e vir a alimentar bateria de dispositivos móveis. É o que descobriram pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego. O desenho contém eletrodos entre dois e três milímetros de tamanho, capazes de gerar 4 microwatts, metade da carga de um relógio de pulso.

A energia gerada pela tatuagem temporária depende do suor do usuário. Uma das pessoas que passou pelos testes conseguiu produzir 70 microwatts por centímetro quadrado de pele. Ela foi a que mais suou em testes. A eletricidade é conduzida pelo ácido lático gerado em atividades físicas, presente na transpiração liberada pelos poros.

Inicialmente, a tatuagem foi criada para um diagnóstico médico, para pessoas com altos níveis de ácido lático e que necessitam de tratamento. Uma enzima puxa os elétrons do ácido, tornando-os úteis para baterias de smartphones e gadgets vestíveis. O experimento foi apresentado na Sociedade Americana de Química (American Chemical Society) recentemente. A pesquisa foi guiada por Joseph Wang, doutor em Nanoengenharia da universidade norte-americana.

Os testes foram realizados em 15 voluntários. A tatuagem sai com o tempo, porque é feita apenas de tinta, sem uma intervenção radical no corpo. Futuramente, esse tipo de tecnologia pode estimular pessoas a se exercitarem para recarregar seu celular e outros aparelhos, simultaneamente. Essa alternativa pode tornar a vida mais saudável para o corpo e menos poluente no fornecimento de energia.

Confira o vídeo sobre o projeto:

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente