Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Terceirizados cercam Buriti para cobrar os salários atrasados

Publicado

Foto/Imagem:


Servidores terceirizados do Distrito Federal fecharam por 15 minutos na manhã desta segunda-feira (22) o Eixo Monumental na altura do Palácio do Buriti, sede do governo local, para protestar contra o atraso no pagamento da última parcela do 13º, do salário de novembro e do vale-alimentação.

A previsão era de que os repasses acontecessem até o dia 20 de dezembro. Junto com os concursados, a categoria já havia feito paralisações e bloqueios no início do mês por não receberem os salários.

De acordo com a Polícia Militar, havia cerca de 200 pessoas no local. Os motoristas precisavam fazer o desvio antes do Tribunal de Contas. A PM fez cordão de isolamento no Palácio do Buriti para evitar invasão no prédio.

A Secretaria de Administração afirmou que as horas extras estão proibidas desde um decreto de 20 de novembro de 2014. Já o 13º tem previsão para ser creditado nesta terça à noite. O BRB afirmou que aguarda a autorização do GDF para providenciar o crédito nas contas dos servidores.

Entre as atividades de responsabilidade da categoria, que reúne quase 30 mil pessoas, estão limpeza e vigilância. Em nota, a Secretaria de Saúde disse que o pagamento dos funcionários terceirizados foi realizado na última semana e que o 13° será repassado nesta segunda. Quanto ao auxílio alimentação, disse, o repasse é de responsabilidade da empresa fornecedora.

Professores e agentes penitenciários também participaram do protesto. A secretária-geral do Sindiserviços, Andrea da Silva, informou que representantes das categorias estavam reunidos até as 11h30 com integrantes do GDF. Por volta das 13h, o Sindicato dos Professores (Sinpro) suspendeu o ato com a promessa do governo de que os pagamentos seriam feitos até no máximo esta terça, segundo a diretora do Sinpro, Rosilene Correa.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade