Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Automobilismo

Williams frustra sonho de Susie Wolff de brigar por pontos



Susie Wolff atua como piloto de desenvolvimento da Williams e está na equipe inglesa desde 2012, mas sequer foi considerada como substituta para o titular Valtteri Bottas quando o finlandês teve problemas nas costas e correu o risco de ficar de fora do GP da Malásia. Mais do que isso: viu o time correr para contratar outro piloto caso Bottas não pudesse correr em Sepang.

“Claro que estou desapontada”, admitiu a ex-piloto da DTM, campeonato de turismo alemão, e esposa do chefe da Mercedes, Toto Wolff. “Acho que foi uma surpresa para todos nós. Mas respeito a decisão do time. Acho que eles queriam alguém com mais experiência.”

Depois de descartar Susie tão logo a lesão de Bottas tirou o finlandês do GP da Austrália, a Williams foi atrás de um possível substituto, escolhendo Adrian Sutil, desempregado após a dispensa da Sauber no final do ano passado.

De acordo com o dono da equipe, Frank Williams, a decisão foi baseada no fato do alemão “ter corrido recentemente e ter grande conhecimento sobre a atual geração de carros. Se a necessidade aparecesse, teríamos um par de mãos sólidas para correr com o FW37.”

Wolff, por sua vez, participou de duas sessões de treinos livres anos passado e também andou com o carro atual da Williams, nos testes de pré-temporada, além de trabalhar no simulador da equipe.

Este deve ser o último ano da escocesa na categoria, uma vez que a piloto não se enquadra nos requisitos da nova regra para a concessão de licenças para andar na Fórmula 1.

1 Comment

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente